Auto-Avaliação

O Programa precisa melhorar nos seguintes pontos:
1. Aumentar o quadro de professores permanentes.
Iniciativa: A realização de novos concursos para professor efetivo nos Institutos de Matemática da UFBA com o perfil de pesquisador e boa produção científica.
2. Aumentar o número de professores permanentes com bolsa de produtividade.
Iniciativa: Redução de encargos didáticos e burocráticos para professores do corpo docente da pós-graduação.
3. Aumentar o intercâmbio internacional.
Iniciativa: Motivar os membros do corpo docente a participar de eventos internacionais.
4. Aumentar o número de novos alunos.
Iniciativa: Atividades científicas e minicursos ofertados em universidades estaduais
5. Automatizar os procedimentos burocráticos das duas instituições.
Iniciativa: Usar sistemas de compartilhamento de dados online para acelerar trocas de informações e documentação

Os pontos fortes do Programa são:
1. A qualidade da produção científica, levando-se em conta, entre outros critérios, o Qualis da CAPES;
2. A grande participação em coordenação de projetos, aprovados por agências de fomento, por docentes permanentes do Programa;
3. O forte intercâmbio científico institucional;
4. A forte participação de seus docentes nos programas de iniciação científica, visando à melhoria quantitativa e qualitativa dos discentes ingressantes no Programa;
5. A participação de docentes do Programa em estágios de pós-doutorado no Brasil e no exterior;
6. A boa estrutura física, tanto na UFAL quanto na UFBA;
7. A criação da área de concentração Probabilidade.